Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Rua General Jardim, 846 cj 41 Higienópolis, São Paulo - SP


  Telefone: +55 (11) 3231-4638   (11) 99863-5577

09. Reconstrução de lesão do colo femoral com fratura; Via de acesso e placa especial com enxerto autólogo; Cisto ósseo do colo femoral com fratura em criança.

Em portugês, você pode ver este tema com imagens maiores aqui: http://bit.ly/cos_femur_colo-por

In english, you also can see this theme with larger images here:  http://bit.ly/cos_colo-en

En español, se puede ver el tema con imágenes grandes aquí:  http://bit.ly/cos_colo-esp

  • Resumo:

  • Descrição da técnica:

Paciente com nove anos de idade, referindo dor no membro inferior esquerdo, avaliada em Janeiro de 2001, realiza radiografia da bacia, figura 1.

Na radiografia, daquela ocasião, podemos observar uma lesão de rarefação óssea no colo femoral, que não foi percebida. A queixa foi interpretada como dor do crescimento, e a paciente foi sendo acompanhada durante três anos.

Em meados de 2004, o médico que a acompanhava pede a outro colega que avalie a radiografia da paciente, em um encontro no corredor do hospital. Ambos não visualizam a lesão e julgam poder tratar-se de uma “báscula de bacia”, devido à provável discrepância dos membros e optam por solicitar um escanograma dos membros inferiores, figuras 2 à 4. 

Com a interpretação deste escanograma, foi indicado o uso de palmilha no calçado. Em outubro do mesmo ano, a paciente retorna, devido ao aumento da dor, sendo solicitadas novas radiografias da bacia e cintilografia óssea, figuras 5 à 10.

Após estas radiografiias, foi feito o diagnóstico de cisto ósseo simples com fratura do colo femoral. A paciente foi encaminhada para nossa avaliação e propusemos a cirurgia para a reconstrução do defeito ósseo, a ser realizada a curetagem da lesão e a reconstrução com enxerto ósseo autólogo retirado da crista iliaca, do mesmo lado, com a correção da deformidade angular. Para esta cirurgia fizemos um planejamento e confeccionamos uma placa especial que permitisse a colocação de um parafuso de rosca total, fixando internamente o bloco de exerto, que serviria como uma coluna, na reconstrução, figuras 11 à 19.

Para a execução desta técnica é preciso um acesso cirúgico adequado, que permita realizar uma abordagem ampla e que este acesso tenha uma boa exposição, de modo a não difucultar a reconstrução nem a redução ou a osteossíntese.

O acesso cirúrgico e a reconstrução são mostrados nas figuras 20 à 81. 

Esta incisão permite um acesso que deixa a face lateral da coxa totalmente exposta, sem a necessidade do afastamento da parte posterior da fascia lata. Esta situação é fundamental para facilitar a redução e a fixação com a placa angulada.

Observe que a fascia lata não aparece no campo operatório. Se não utilizarmos deste tipo de acesso, estaríamos com uma corda por sobre a face lateral da coxa, dificultando o posicionamento da placa e a redução dos fragmentos.

Após a cirurgia, foram realizadas radiografias de controle, figuras 82 e 83.

O enxerto autólogo propicia uma integração óssea mais precoce e melhor. A paciente encontra-se bem, com movimentação normal do quadril operado.

Em 19 de março de 2016, reavaliamos a paciente clinicamente e com estudo de imagens,  figuras 98 à 108 e video 1.

A paciente, agora casada, encontra-se bem e satisfeita com a sua função. sem queixa.

 

_____________________________________________

            Autor : Prof. Dr. Pedro Péricles Ribeiro Baptista

                         Oncocirurgia Ortopédica do Instituto do Câncer Dr. Arnaldo Vieira de Carvalho                   

Consultório: Rua General Jardim, 846 –  41  –  CEP: 01223-010   Higienópolis   São Paulo – S.P.

                        Fone: +55 11 3231-4638   Cel: +55 11 99863-5577   Email: pedro@oncocirurgia.com

_______________________________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *